23 Julho 2024

Video Notícias

Fogo: Associação Projecto Vitó capacita monitores das praias de nidificação das tartarugas marinhas

  • PDF
Partilhar esta notícia

São Filipe, 12 Jun (Inforpress) – A Associação Projecto Vitó promoveu terça-feira, 11, na cidade de São Filipe, uma acção de capacitação dos monitores das praias de nidificação das tartarugas marinhas da ilha do Fogo e da Reserva Natural Integral dos Ilhéus Rombos.

A formação de monitorização e protecção das tartarugas marinhas tem por finalidade capacitar os monitores para um “desempenho eficaz” durante a temporada de nidificação, que decorre de Junho a Outubro nas praias da ilha do Fogo e de Ilhéus Rombos.

A legislação sobre as tartarugas marinhas, a questão da biologia, ecologia e monitorização das tartarugas, assim como a translocação de ninhos foram ministradas durante a sessão de capacitação, que teve ainda uma sessão prática na praia de Fonte Bila.

A Associação Projecto Vitó, através da sua página oficial nas redes sociais, referiu que para a realização da acção de capacitação das mais de duas dezenas de monitores contou com a parceria da delegação do Ministério da Educação, Inspecção-geral das Pescas, Instituto Marítimo Portuário e Parque Natural do Fogo.

A associação destaca ainda que a sua equipa técnica, que se encontra na Reserva Natural Integral dos Ilhéus Rombos – Ilhéu de Cima, registou as primeiras actividades das tartarugas marinhas e por isso perspectiva-se uma “boa temporada” na conservação das tartarugas marinhas.

A nível da ilha do Fogo, as principais praias de nidificação de tartarugas marinhas são as praias Cais, Lantcha, Guentis e a de Fajãzinha (Mosteiros), Fajã, Alcatraz e Grande (Santa Catarina), Nossa Senhora da Encarnação, Fonte Bila, Vale dos Cavaleiros Salinas, Sopra e praia Grande (São Filipe), segundo a coordenadora do programa de conservação das tartarugas marinhas na ilha do Fogo e nos Ilhéus Rombos do Projecto Vitó, Carla Lopes.

JR/AA

Inforpress/Fim