28 Novembro 2022

Video Notícias

Fogo: Ministro diz existirem “óptimas perspectivas” para se avançar com novo centro de saúde de Santa Catarina

  • PDF
Partilhar esta notícia

São Filipe, 27 Jun (Inforpress) – O ministro da Saúde, Arlindo do Rosário admitiu hoje, ao iniciar uma visita de rotina à região Fogo/Brava, que existem “óptimas perspectivas” para se avançar com a construção do centro de saúde de Santa Catarina do Fogo.

O município de Santa Catarina do Fogo, segundo o titular da pasta da Saúde, necessita de um centro de saúde que alberga a futura delegacia de saúde, observando que o processo está sendo trabalhado, em concertação com a autarquia local.

Em relação aos centros de saúde, Arlindo do Rosário referiu que é necessário estabelecer prioridades, sendo que a primeira passa pela actualização da carta sanitária que está sendo trabalhado.

A nível do país, este documento vai permitir definir um mapa das infra-estruturas necessárias, sejam unidades sanitárias de base, postos sanitários ou centros de saúde, sublinhando que o município de Santa Catarina tem esta necessidade.

Quanto à reabilitação das instalações do antigo hospital de São Filipe e que neste momento alberga a Delegacia de Saúde e os serviços da Saúde Reprodutiva, Arlindo do Rosário salientou que se trata de um “edifício histórico e com boas condições”, mas que precisa de algumas obras de reabilitação.

Neste momento, o Ministério da Saúde tem uma equipa técnica a trabalhar no levantamento e orçamentação do projecto de reabilitação do edifício, tendo o titular da pasta da Saúde garantindo que avançará “muito em breve” com as obras de requalificação.

No primeiro dia da visita para acompanhar a situação sanitária nas duas ilhas mais a sul do arquipélago, Arlindo do Rosário passou pelas instalações do antigo hospital, seguindo depois para os postos sanitários de Curral Grande e Ponta Verde (São Filipe) seguindo depois para Mosteiros com visita à delegacia e à unidade sanitária de base de Achada Grande.

Para o segundo dia da visita está programada uma deslocação à unidade sanitária de base de Patim (São Filipe), centro de saúde de Cova Figueira e um encontro com o presidente da autarquia, Alberto Nunes, com quem irá analisar a questão da construção do novo centro de Saúde.

Antes de viajar para a ilha Brava, Arlindo do Rosário deve reunir-se com os dirigentes locais do Ministério da Saúde e os dos serviços centrais que o acompanham nesta visita.