27 Junho 2022

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Fogo: Região Fogo e Brava ganha quatro centros multimédia a partir desta semana

  • PDF
Partilhar esta notícia
Actualizado a 09/02/2015, 13:06 São Filipe, 09 Fev (Inforpress) - A região Fogo e Brava passa a dispor, a partir desta semana, de quatro centros multimédia devidamente equipados, disponibilizados pela empresa de telecomunicações CV Móvel. Os centros, apetrechados com mobiliário, equipamentos informáticos, televisão e projector, vão servir a população das comunidades dos quatro municípios onde vão ser instalados. As infra-estruturas estão operacionais desde Novembro do ano passado e a inauguração chegou a ser calendarizada para 24 desse mês, mas devido à erupção vulcânica o acto inaugural foi adiado e acontece entre 09 e 12 deste mês. O centro multimédia, no município de São Filipe, com um total de 10 postos (computadores), foi instalado em Luzia Nunes, localidade situada a pouco mais de oito quilómetros a sul da cidade de São Filipe, e os dos Mosteiros (cidade de Igreja), de Santa Catarina (cidade de Cova Figueira) e da Brava (Nossa Senhora do Monte) dispõem de cinco postos cada. A abertura dos centros, segundo a CV Móvel, vem na linha da atuação da empresa que iniciou, no ano passado, um projeto de promoção e desenvolvimento da sociedade de informação, através do qual já ofereceu centros multimédia a diversos municípios. Ribeira Brava e Tarrafal (São Nicolau), São Miguel e Tarrafal (Santiago), Maio e Porto Novo (Santo Antão), são alguns dos concelhos contemplados com centros multimédia. O acto de inauguração dos centros vai ser acompanhado da realização de um “workshop” sobre “A Internet: introdução às Tecnologias de Informação e Comunicação”, dirigido a pessoas com fracas competências de navegação nessa rede mundial. A edilidade de São Filipe vai aproveitar o acto de inauguração do centro multimédia de Luzia Nunes para celebrar um protocolo com a Associação Luzabril, visando a gestão do referido centro e do polivalente local. JR Inforpress/Fim  
Leia ainda - Artigos mais recentes: