28 Junho 2022

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Existe o risco da lava aumentar de velocidade e descer para o mar

  • PDF
Partilhar esta notícia
A lava do vulcão  que desde o dia 23 de Novembro  assola a ilha do Fogo está a deixar a sua passagem um rasto de destruição . Portela e Bangaeira já foram destruídas pelas lavas que ora abrandam ,ora aceleram . O site da Actualidad Volcánica de Canarias (AVCAN)   escreve  que ambas as localidades,  estão a cerca de 2.000 metros de altitude. Bangaeira encontra-se  num vale  pendente no nordeste de Chã das  Caldeiras, uma grande meseta que serve de base a vários cones vulcânicos, o que permitiu que a lava um aumentasse  de velocidade pois não encontrou obstáculos. Esta possibilidade já  tinha sido avançada pelos jornalistas no terreno  que relataram o receio  dos populares que as lavas chegassem a esse declive . Mas, chegou e Bangaeira foi destruída . Assim em pouco mais de um dia a lava destruiu o centro e sul da  Portela deixando em pé “ uma parte do edifício da Adega cooperativa de Chã das  Caldeiras, agora cercado pela lava que  forma  uma espécie de ilha, e que pode ser totalmente destruída se chega uma nova frente de lava que engrosse qualquer  das duas  frentes que continuam em direcção a Bangaeira. O Actualidad Volcánica de Canarias (AVCAN  ) defende que agora a  “lava pode aumentar de velocidade e descer para o mar. O risco existe, mas ainda não se pode determinar o rumo que continuará a lava, dividida , agora , em  três frentes, duas  delas mais fluidas. Neste sentido o ultimo comunicado do Governo informa que “ no desnível entre Portela e Bangaeira formou-se quatro rios de lavas”  e estas,  depois de descer deste desnível entre estas duas localidades, que é uma zona plana, abriu uma frente de 300 metros.  Aos povoados mais próximos são Relva, Tinteiro e Mosteiros
Leia ainda - Artigos mais recentes: