29 Junho 2022

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Erupção vulcânica: Delegação do MJEDRH vai sugerir actividades geradoras de rendimento às famílias de Chã das Caldeiras

  • PDF
Partilhar esta notícia
Actualizado a 06/12/2014, 17:43 Cidade da Praia, 06 Dez (Inforpress) – Uma delegação do MJEDRH, chefiada pelo diretor geral da Solidariedade Social, desloca-se hoje, à ilha do Fogo, para constatar “in loco” as acções que vêm sendo desenvolvidas pelos serviços desconcentrados a nível de solidariedade e perspectivar medidas futuras. A intenção, segundo explica uma fonte do Ministério da Juventude, Emprego e Desenvolvimento dos Recursos Humanos, é de verificar e preparar, de forma coordenada, o período pós-erupção, que deverá ter em conta a necessidade de se fomentar actividades geradoras de rendimento para as famílias afectadas de Chã das Caldeiras. “Tudo isso poderá ocorrer no ministério ao abrigo dos vários Projectos e Programas desenvolvidos pela Direcção Geral de Solidariedade Social, pelo IEFP e pelo Programa Oportunidades”, disse. Segundo a mesma fonte, os Centros de Desenvolvimento Social (CDS) de São Filipe e dos Mosteiros, têm actuado activamente junto dos centros de acolhimento, intervindo sobretudo no apoio logístico e apoio com géneros alimentícios e outros produtos de primeira necessidade. Para além dos centros localizados na ilha do Fogo, sublinha, os Centros de Juventude da Praia, Assomada e de São Vicente estão a desenvolver campanhas de recolha de géneros alimentícios e outros produtos de necessidade para enviar à ilha do Fogo. A delegação do MJEDRH a ilha do Fogo é composta pelo presidente do Conselho de Administração do IEFP, por um representante do Programa Nacional de Luta Contra a Pobreza (PNLP), e representante das áreas da Solidariedade Social e Família, devendo proceder ao levantamento e caracterização socioeconómica das famílias afectadas, em articulação com as autoridades locais. PC Inforpress/Fim
Leia ainda - Artigos mais recentes: