17 Julho 2019

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Erupção vulcânica: Lavas destroem igrejas (católicas e advetistas) , circundam a cooperativa Adega e já chegam a Bangaeira

  • PDF
Partilhar esta notícia
Actualizado a 07/12/2014, 09:29 Chã das Caldeiras, 07 Dez (Inforpress) – As lavas destruíram esta noite as igrejas católicas e adventistas, jardim infantil e atingiram parcialmente a cooperativa vinícola e caminham-se em direcção a Bangaeira, ameaçando seriamente as localidade com os criadores de gado a chorarem pela perda dos seus animais. A situação está deveras preocupante, já que a entrada do Parque Natural está interdita, pelo que os criadores de gado estão numa revolta contra esta decisão, indicando que desde às 2:00 da madrugada foram barrados pelas autoridades policiais. A situação agravou-se pelo que Portela já está praticamente destruída e as lavas caminham-se em direcção a localidade fronteiriça de Bangaeira, o que revolta os criadfores de gado que continuam impedidos de “resgatar” os seus gados, encuralados. O Governo já emitiu um novo comunicado para fazer o ponto de situação,  tendo informado que “duas frentes de lavas já destruíram as igrejas adventista e católica em Portela, para além da parte traseira e frontal da Adega de Vinho, destruindo-a parcialmente”. Também, as lavas, de acordo com o comunicado, já desceram para a localidade de Bangaeira e atingiram a Pensão Marisa e algumas casas da vizinhança. O documento do governo dá conta que “o vulcão está em monitorização e observação intensiva para que se possa estar ao corrente de qualquer alteração no quadro actual”. Acrescenta a nota que “toda a equipa de terreno constituída pela Polícia Nacional, Forças Armadas, Proteção Civil municipal e nacional, sob a coordenação desta última, tem assegurado a segurança e a interdição da região de Chã das Caldeiras. É expressamente proibida a entrada em Chã das caldeiras”. SR Inforpress/fim
Leia ainda - Artigos mais recentes: