19 Março 2019

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Fogo: Inscrição para prémio padre Ottavio Fasano decorre entre 01 de Agosto e 01 de Setembro (c/áudio)

  • PDF
Partilhar esta notícia

São Filipe, 20 Fev (Inforpress) – A inscrição para participação no prémio Padre Ottavio Fasano “Vamos Avante com Confiança”, instituído pela Associação de Solidariedade e Desenvolvimento (ASDE), decorre entre 01 de Agosto e 01 de Setembro próximo e é aberto a jovens de todas as ilhas.

A administradora geral da ASDE, Maria da Graça, disse, no acto da apresentação do prémio, cujo objectivo é “reconhecer, prestigiar e estimular projectos” de jovens cabo-verdianos, que o valor para esta primeira edição é simbólico, 100 mil escudos, mais o troféu, que será entregue ao vencedor a 12 de Outubro, dia em que padre Ottavio Fasano completa 83 anos.

“Este prémio tem uma grande importância porque vai valorizar dois sectores que precisam de alguma valorização por parte de todos”, disse a administradora da ASDE, indicando que a agropecuária e a pesca, são actividades básicas de desenvolvimento de qualquer país, porque dela depende o sustento e o prémio vai contribuir para que haja uma maior atenção a estes dois sectores.

Segundo a responsável, podem candidatar-se jovens de Santo Antão a Brava, dos 21 a 35 anos, que tenham um projecto já implementado, no mínimo há três anos, e que está a impactar positivamente a comunidade onde está inserido.

Maria da Graça deixou claro, entretanto, que não se admite projecto que esteja no papel ou no pensamento, mas que já esteja implementado.

Podem participar jovens, de forma isolada ou grupo de jovens, que se interessam ou fazem destas duas actividades o seu modo de vida, “de forma pensada e bem estruturada” porque, adianta Maria da Graça, “há muitos jovens que trabalham na área da agricultura e pescas, mas não trabalham no sentido de criar uma instituição, uma empresa e uma organização forte e que pensam estes sectores como uma indústria”.

Para a administradora geral da ASDE, a instituição deste prémio, patrocinado pelo Vinho Maria Chaves, é uma forma que a associação encontrou para perpetuar, um pouco, o pensamento do padre Ottavio Fasano.

Maria da Graça lembrou que o padre tem “muito carinho” para as duas áreas e já fez, no concreto, empreendimento que demonstra que vale a pena apostar nas duas áreas.

A escola do dia do aniversário do padre Ottavio Fasano para atribuição do prémio é para prestigiar e homenagear este homem por aquilo que tem feito durante os 54 anos de ligação com Cabo Verde, não só na ilha do Fogo como nas ilhas do Sal, São Nicolau, Santo Antão e Santiago.

O júri é constituído por cinco elementos, sendo dois da ilha do Fogo, um de São Vicente, outro de São Nicolau e um outro da Cidade da Praia (Santiago) e é presidido por Isabel Spencer, engenheira florestal e natural da ilha de São Vicente.

JR/CP

Inforpress/Fim

Leia ainda - Artigos mais recentes: