19 Março 2019

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Fogo: Delegação de JPAI inicia visita de três dias à ilha para se inteirar do pulsar dos jovens sobre a situação local

  • PDF
Partilhar esta notícia

São Filipe, 15 fev (Inforpress) – Uma delegação da Juventude do PAICV (JPAI), composto pelo seu presidente e pelo vice-presidente, Fidel Cardoso de Pina e Lúcio Fernandes, respectivamente, inicia hoje uma visita de três dias à ilha do Fogo.

A visita que se inscreve, segundo uma nota de imprensa da JPAI, na agenda e programa de visitas de trabalho da organização, visa inteirar-se do pulsar dos jovens da ilha do Fogo, sobre o estado actual da juventude e as expectativas no que se refere a sectores como o emprego, empreendedorismo jovem, formação, empregabilidade condigna, assim como a recente medida de política do Governo sobre estágios profissionais.

Durante a estada na ilha, os responsáveis nacionais da JPAI têm programado encontros com as estruturas locais, participação nas actividades de Banderona, visitas a várias localidades dos municípios de Santa Catarina e dos Mosteiros, assim como contacto com várias associações comunitárias e entidades religiosas.

O ponto alto da agenda será uma “conversa aberta”, agendada para sábado, 16, no salão do Paços de Concelho dos Mosteiros, com os Jovens deste município, cujo tema central será “Os desafios da juventude foguenese”’ em que o presidente desta organização, Fidel Cardoso de Pina é um dos oradores.

Para os responsáveis da JPAI “esta visita significa continuar com a agenda de proximidade com a juventude e mostrar que a organização continuará firme, a dar voz e a reivindicar melhores condições para a juventude”, refere a nota de imprensa, indicando que esta organização juvenil partidária está “muito preocupada com os impactos nos estudantes altamente afectados pela seca e mau ano agrícola no município dos Mosteiros que poderá trazer forte consequências como o insucesso e/ou abandono escolar”.

Os dois responsáveis da JPAI esperam, também, que esta deslocação à ilha sirva para dar continuidade à recolha de contribuições e subsídios que servirão de base para a elaboração de propostas de políticas para o sector da juventude.

JR/FP

Inforpress/Fim

 

Leia ainda - Artigos mais recentes: