19 Março 2019

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Fogo: Espaço adaptado para albergar serviços em Santa Catarina vai ser inaugurado no final de Janeiro

  • PDF
Partilhar esta notícia

São Filipe, 17 Jan (Inforpress) – O espaço adaptado para albergar um conjunto de serviços, pelo menos sete, no município de Santa Catarina do Fogo, vai ser inaugurado a 31 de Janeiro, entrando em funcionamento de imediato.

O espaço vai funcionar no edifício privado onde durante vários anos funcionou a Comissão Instaladora e depois a Câmara Municipal de Santa Catarina do Fogo, que foi adaptado, remodelado e equipado para acolher “o espaço do cidadão” do município de Santa Catarina e com várias valências.

O presidente da Câmara Municipal de Santa Catarina do Fogo, Alberto Nunes, disse à Inforpress que esta semana o gestor da Casa do Cidadão efectuou uma visita ao município para ver o espaço que vai acolher um conjunto de serviços, e cuja inauguração acontece a 31 de Janeiro, asseverando que as obras vão ser entregues ainda esta semana para o posterior equipamento, sublinhando que os equipamentos e materiais já se encontram na ilha.

Segundo o mesmo, o funcionário da Casa do Cidadão já foi recrutado assim como o recepcionista, observando que o Instituto Nacional de Previdência Social (INPS) já seleccionou o seu candidato.

Após a inauguração o espaço vai arrancar com alguns serviços e depois entrar de forma paulatina com o funcionamento dos outros até meados de Março.

“Estamos a negociar com as instituições bancárias para abertura de um balcão no município porque é um serviço prioritário”, disse Alberto Nunes, indicando que os serviços instalados no espaço fazem cobrança e no final do dia, existindo um balcão, podem fazer o depósito sem ter de deslocar a São Filipe.

Para Alberto Nunes os serviços são aqueles que deviam ser instalados juntamente com o município, sublinhando que o objectivo é ter os serviços mais próximos das pessoas e diminuir e eliminar a dependência de São Filipe.

O espaço arrendado vai ter balcões para Casa do Cidadão, Instituto Nacional de Providencia Social (INPS), Garantia/Telecom/Pro-empresa, Electra, Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), das Finanças, incluindo uma área para instalação de um quiosque.

Apesar de Santa Catarina ter ascendido a categoria de município desde 2005, altura em que começou a funcionar a Comissão Instaladora, ainda não dispõe de alguns serviços básicos, como Repartição de Finanças, agências de bancos, INPS e farmácia, sendo que a população continua a depender da cidade de São Filipe.

Recentemente foram criados delegação do Ministério da Educação, Conservatória dos Registos, além de Esquadra Policial, estação dos Correios e centro de extensão rural do Ministério da Agricultura.

JR/AA

Inforpress/Fim

Leia ainda - Artigos mais recentes: