25 Maio 2019

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Situação dramática no Fogo: Criadores denunciam que cães vadios dizimam animais

  • PDF
Partilhar esta notícia

Está a ser dramática a situação por que passam os gados no Fogo. Os criadores das comunidades de Luzia Nunes e Forno e arredores dizem-se “desesperados” e “fragilizados” com ataques frequentes de cães vadios que vêm dizimando os seus animais(ver as fotos das cabras atacadas no local). Para a mesma fonte, está a ser arrepiante ver várias cabeças de cabras mortas, de uma só vez, nestas zonas. As autoridades mostram-se, no entanto. indiferentes perante o SOS lançado por estes criadores, que há algum tempo vêm alertando por tal situação.

Nadir Teixeira é um dos criadores que há muito tempo tem chamado a atenção das autoridades, mas sem obter qualquer resposta sobre o problema. Diz-se “desesperado” e “fragilizado” com ataques frequentes dos cães vadios que vêm dizimando os animais, nomeadamente cabras e carneiros.

Em conversa com ASemanaonline, Teixeira revela “que tem sido uma luta constante dos criadores”. Desesperado, lança também um SOS aos donos no sentido de mandarem fazer o “abate dos seus cães assassinos”, uma vez que vêm causando avultados prejuízos aos criadores.

Mas, segundo ele, infelizmente muitos dos donos desses cães não mostram interesse em mandar desfazer desses animais "assassinos". Conforme o interlocutor referido, já foram identificados os cães e os respectivos donos.

Nadir disse ainda que ao tentar, e de forma educada e civilizada, chegar à fala com os donos dos cães referidos, “uns mostraram a necessidade de desfazer de tais animais, mas houve aqueles que me convidaram para um confronto físico, caso eu tentasse algo contra o seu cão”.

Uma atitude que deixou Nadir revoltado e com nervo à flor da pele. Mas mesmo assim, disse em conversa com o ASemanaonline, de que “não tem tempo para selvajaria e desordem. Minhas actuações têm sido baseadas no respeito pelo outro, no diálogo, discernimento e respeito. Recuso qualquer convite, que foge desses princípios. Irei confrontar com quem quer que seja, mas perante às autoridades”.

Queixa e responsabilidades dos donos dos cães assassinos

Diante de tudo isso, este criador avançou com uma queixa crime contra cinco donos dos cães, junto da Esquadra da Polícia Nacional em São Filipe e que responderão pelos donos causados.

Só esta semana, na localidade de Luzia Nunes, os cães terão matado pelo menos três cabras e dezenas ficaram feridas. A situação não é diferente nas localidades vizinhas, onde quase todos os dias um criador perde o seu animal, devorado pelos cães vadios que deambulam pelo campo.

Teixeira lamenta o facto de os pastores estarem de “mãos atadas”, já que nem os serviços municipais, nem os responsáveis de saúde e nem tão-pouco o Ministro da Agricultura e Ambiente assumem a responsabilidade de resolver o problema.

Conforme avançou aquele criador, caso a situação não for resolvida, vai liderar uma manifestação à frente da delegação do Ministério da Agricultura e Ambiente, da Câmara Municipal de São Filipe e da delegacia do Ministério da Saúde no Fogo. Tudo com um único objectivo-"ver este problema definitivamente resolvido".

Nicolau Centeio

Leia ainda - Artigos mais recentes: