17 Dezembro 2018

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Fogo: Proprietário da estação Mosteiros FM denuncia existência de “rádio pirata” a funcionar a margem da lei

  • PDF
Partilhar esta notícia

São Filipe, 29 Nov (Inforpress) – O proprietário da estação da rádio Mosteiros FM, John Monteiro, denunciou hoje a existência de uma estação de “rádio pirata” a funcionar na cidade de São Filipe “à margem da lei” que regula o funcionamento de rádios privados.

A estação de rádio que emite na frequência de 95.7, segundo John Monteiro, funciona com um ex-colaborador da rádio Mosteiros FM e, além de música, transmite publicidade de estabelecimentos comerciais e de empresas de dimensão nacional, nomeadamente de uma operadora das telecomunicações, “violando a lei e fazendo concorrência desleal” às estações legalizadas como Mosteiros FM, que possui alvará de rádio regional há mais de 20 anos.

O responsável de Mosteiros FM, que há pouco mais de uma semana efectuou a renovação da licença para poder funcionar, disse que a estação, que o próprio considera de “rádio pirata”, interfere na frequência de outras estações, o que não aconteceu com Mosteiros FM que funciona com uma potência de 500 watts.

Além de publicidade, a estação denominada de “rádio zona”, também costuma entrar em programas com rádio de Brockton, nos Estados Unidos da América.

John Monteiro, que disse ter já comunicado a situação à Agência Nacional de Comunicação ANAC) e à Autoridade Reguladora para Comunicação Social (ARC), espera que estas instituições adoptem “medidas necessárias”, lembrando que para a abertura de estações de rádios locais, regionais ou nacionais é feita mediante concurso público.

A estação Mosteiros FM, que inicialmente emitia a partir dos Mosteiros e agora a partir de Monte Barro, nas proximidades de São Filipe, tem alvará há mais de 20 anos, categoria de rádio regional, cobrindo as ilhas do Fogo, Brava, Santiago e Maio, e parte das ilhas do Sal e São Nicolau.

JR/AA

Inforpress/Fim

Gostar disto:

GostoCarregando...

Leia ainda - Artigos mais recentes: