19 Maio 2019

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Fogo: Famílias de Santa Catarina beneficiadas com cestas básicas serão sensibilizadas para recolha e conservação de pastos

  • PDF
Partilhar esta notícia

São Filipe, 16 Nov (Inforpress) – O núcleo de Santa Catarina da Igreja Adventista, responsável pela distribuição das cestas básicas no quadro da minimização e mitigação da difícil situação socioeconómica, promove segunda-feira um encontro com as famílias para repassar algumas informações.

O responsável pela distribuição, João António Fernandes, disse à Inforpress que a ideia é reunir com todas as famílias beneficiárias para as sensibilizar sobre a necessidade de recolha e conservação do pouco pasto existente no município para evitar cenário do início do corrente ano, mas também uma sensibilização sobre a poupança de água, alimentação equilibrada e empreendedorismo e pequenos negócios.

Segundo o mesmo, o encontro com as famílias conta com a participação de parceiros como a delegação do Ministério da Agricultura e Ambiente na matéria de conservação de pastos, do centro de saúde na questão de alimentação equilibrada e da edilidade sobre questão de empreendedorismo e pequenos negócios.

Inicialmente, no quadro do programa, estava prevista a atribuição de cestas básicas a 53 famílias mas depois de uma avaliação nos dois primeiros meses (Agosto e Setembro) o número de contemplados foi elevado para 100 famílias e neste momento beneficiam um total de 129 famílias de Santa Catarina com cesta básica até o término no próximo mês.

Neste momento perto de 400 famílias dos municípios de São Filipe, Mosteiros e Santa Catarina são contempladas com cestas básicas para minimizar e mitigar a difícil situação socioeconómica decorrente do mau ano agrícola, sendo que o valor da cesta básica oscila entre os 1500 e 7000 escudos consoante o número de agregado familiar, e o valor mais alto é para casos de famíliascom mais de 12 pessoas.

Inicialmente a distribuição estava concentrada nos grandes centros, mas depois foi descentralizada para as próprias localidades das famílias contempladas.

O cenário este ano é diferente do ano passado, mas em grande parte da ilha a produção agrícola é nula. O município de Santa Catarina regista a produção razoável de pastos, daí a promoção do encontro para sensibilizar as famílias a fazer recolha e conservação dos patos evitando o cenário que se viveu no início deste ano num município com uma grande concentração de gado, sobretudo caprino.

JR/ZS

Inforpress/Fim

Gostar disto:

GostoCarregando...

Leia ainda - Artigos mais recentes: