22 Março 2019

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Ilha do Fogo: Município de Santa Catarina ganha viatura de combate a incêndio e 20 bombeiros voluntários

  • PDF
Partilhar esta notícia

São Filipe, 14 Set (Inforpress) – O município de Santa Catarina do Fogo recebeu esta sexta-feira, do Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros (SNPCB), uma viatura ligeira de combate a incêndio, no dia em que 20 jovens receberam certificados do curso de bombeiros voluntarios municipais.

A entrega das chaves da viatura aconteceu no átrio do edifício dos Paços do Concelho, tendo o presidente do SNPCB, Renaldo Rodrigues, entregado as chaves ao edil, Alberto Nunes, na presença dos bombeiros voluntários municípios de Santa Catarina do Fogo e de chefes de serviços e população.

Na ocasião, Renaldo Rodrigues disse que, além dessa viatura e de outros equipamentos, a intenção do serviço que dirige é dotar o município de mais equipamentos, principalmente, de resgates em montanha, porque, explica, a orografia da ilha exige ter equipamentos dessa dimensão.

Com relação à formação de bombeiros voluntários, o responsável agradeceu a edilidade pela iniciativa que foi abraçada desde inicio pelo SNPCB, reconhecendo que este serviço tem a plena noção do que representa a criação de um corpo de bombeiros voluntários no município, não só para dar respostas a situações de emergência, mas também para a segurança das pessoas de Santa Catarina.

Depois de dirigir palavras de alento e coragem aos formandos, apelando-os para que honre o compromisso que agora assumem já que o trabalho voluntario é muitas vezes mal compreendido, Renaldo Rodrigues lembrou que a segurança é uma responsabilidade de todos e por isso todos têm de ter sempre em mente a segurança.

Já o edil de Santa Catarina do Fogo, Alberto Nunes, disse que com a entrega formal da viatura e com a conclusão da formação de bombeiros voluntários e abertura da unidade de protecção civil, o município está hoje mais preparado para enfrentar situações de riscos.

“A formação da primeira corporação de bombeiros voluntários do município tem muita importância para o município”, afirma o edil, indicando que a mesma faz parte de um compromisso que a sua equipa assumiu com a população de Santa Catarina.

O autarca recordou que para haver desenvolvimento é necessário dar passos e construir pedra a pedra, uma vez que o processo de desenvolvimento exige a participação de todos, sublinhando que esta iniciativa não seria possível sem a disponibilização dos jovens.

“Vivemos numa ilha com muitos riscos e num dos municípios com maior risco a nível nacional, pelo facto de termos no seu interior um vulcão activo”, disse o edil, esperando que, conforme a promessa, o SNPCB disponibilize mais equipamentos para o serviço de protecção civil, mas assegura que no âmbito das geminações e cooperação descentralizadas vai mobilizar meios junto das câmaras amigas, de modo a ter mais equipamentos e aumentar cada vez mais a capacidade a nível de intervenção na área de protecção civil.

Os formandos fizeram uma demonstração em termos de resgates de montanha nas imediações do edifício de Paços do Concelho.

Depois de Santa Catarina, está prevista, para tarde de sexta-feira, 14 a cerimónia de investidura dos bombeiros municipais dos Mosteiros, assim como a inauguração do novo Centro de Protecção Civil daquele município da ilha.

A formação, que decorreu em simultâneo nas cidades de Cova Figueira (Santa Catarina) e Igreja (Mosteiros), teve o seu início a 20 de Agosto e o término a 13 de Setembro e os participantes foram capacitados em matérias relacionadas com o sistema nacional de protecção civil, o serviço de bombeiros, a educação física e ordem unida, a estratégia de comunicação/sensibilização, o sistema de comando e incidente, os riscos potenciais da ilha do Fogo, os primeiros socorros e suporte básico de vida, as operações de extinção de incêndios urbanos e florestais e o sistema de informação geográfica.

JR/JMV

Inforpress/Fim

Leia ainda - Artigos mais recentes: