17 Novembro 2018

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Ilha do Fogo: Dezasseis pessoas com idade entre os 09 e 30 anos inscritos para o primeiro festival de papagaios

  • PDF
Partilhar esta notícia

São Filipe, 08 jun (Inforpress) – Dezasseis pessoas com idade compreendida entre os 09 e 30 anos, na maioria do sexo masculino, inscreveram para participarem no primeiro festival de papagaio promovido pela Associação de Solidariedade e Desenvolvimento (ASDE).

O primeiro festival de papagaio (estrela como é denominado na ilha do Fogo) está programado para acontecer no dia 16 de Junho, e tem por finalidade incentivar a sua criação, promover actividades ao ar livre e o convívio entre as pessoas.

Segundo a responsável da ASDE, o número de inscrito está dentro da expectativa da organização, que neste momento está na fase de preparação do júri e a grelha de avaliação, e prevê, por isso, um “bom festival de pagaio”.

A responsável da ASDE disse que a intenção inicial era proceder a limpeza da praia de Ponta de Areia, nas proximidades do complexo Casas do Sol e do auditório padre Pio Gottin, mas que a Direcção Nacional do Ambiente já tinha projecto para a sua limpeza e que a ASDDE vai aderir a esta iniciativa e a praia vai estar limpa nessa data.

A realização do primeiro festival visa também esclarecer as crianças dos locais apropriados para a prática do lançamento do papagaio, orientá-las sobre a importância do uso de material adequado para a confecção dos papagaios, já que o uso de materiais inapropriados pode trazer sérios problemas para o utilizador.

Integrar a família (pais e filhos) numa actividade recreativa, estimular a prática de actividades recreativas alternativas e fomentar a interacção social, lazer e recreação, são outros propósitos desta iniciativa.

A ASDE, segundo explicou Maria da Graça, quis dedicar o mês de Junho às crianças e no dia 01 promoveu uma sessão infantil no auditório, com lanche e distribuição de prendas, para habituar as crianças e as pessoas ao auditório padre Pio Gottin, que segundo a mesma “está para servir a ilha do Fogo”.

Depois desta sessão, a ASDE promove no dia 16 o festival de papagaio e pretende fechar o mês de Junho, dedicado às crianças, com a realização de um juntar/concerto de beneficência a favor de um ou dois jardins-de-infância da ilha do Fogo, estando neste momento os promotores em concertação com Braz de Andrade e Júlio Correia para acerto da data da sua realização.

Maria da Graça disse ainda que no próximo dia 23 vai ser exibido no auditório padre Pio Gottin, o filme Ilhéu de Contenta, baseado na obra do escritor e médico foguense Henrique Teixeira de Sousa, realizado por Leão Lopes e rodado nesta ilha em 1992.

A responsável da ASDE disse que a ideia é aproveitar a presença do realizador do filme, Leão Lopes, que vai estar na ilha do Fogo no quadro da implementação do plano detalhado de Chã das Caldeiras para proporcionar a revisitação do filme, e para que o Leão Lopes possa ter uma conversa com jovens à volta do filme.

Maria da Graça indicou que a partir de agora o auditório padre Pio Gottin passa a ter actividades regulares, servindo assim a população da ilha do Fogo.

JR/AA

Inforpress/Fim

Leia ainda - Artigos mais recentes: