27 Junho 2022

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Erupção vulcânica: Equipa da “Word Animal Protection” apoia MDR na elaboração de projectos para os animais das famílias deslocadas

  • PDF
Partilhar esta notícia
Actualizado a 19/12/2014, 12:15 São Filipe, 18 Dez (Inforpress) – Uma equipa mundial de protecção de animais “Word Animal Protection” está a apoiar a delegação do Ministério do Desenvolvimento Rural (MDR) no tratamento e elaboração de projectos para apoiar animais das famílias deslocadas de Chã das Caldeiras. Elisangelo Moniz, delegado do MDR disse à Inforpress que a equipa constituída por quatro pessoas, incluindo um médico veterinário está desde quarta-feira a fazer levantamento de dados no terreno, sobretudo nos centros de acolhimento, visando elaborar projectos para mobilização de financiamento para garantir alimentação, construção de estábulos e outras iniciativas. Na quarta-feira, o médico veterinário procedeu num dos centros ao tratamento de animais de 20 famílias deslocadas de Chã das Caldeiras. Antes da vinda, a equipa de “Word Animal Protection”, que actua em situação de catástrofes, tinha solicitado ao MDR alguns dados relativos às necessidades em termos de alimentação e suprimentos minerais e vegetais. A equipa continua a recolher os dados e a tratar os animais dos deslocados até sábado. Relacionado com a pecuária, o delegado do MDR reuniu-se com os criadores de Chã das Caldeiras que estão nos centros para os informar de que podem utilizar o perímetro de Monte Verde, zona sul de São Filipe, para colocação dos seus animais. Até este momento, apenas dois criadores deslocaram os seus animais de Chã das Caldeiras para este perímetro e os demais estão a aguardar a evolução da erupção, por isso deixaram os seus animais nas proximidades do perímetro florestal de Monte Velha. Esta semana o MDR recebeu um apoio de 340 sacos de milho e ração que serão disponibilizados aos criadores de Chã das Caldeiras. O número de efectivos pecuários de Chã das Caldeiras poderá atingir os 2.000 e em termos de caprino o ministério apoiou na transferência de cerca de 1.300 cabeças de cabras. Além da pecuária, o MDR instalou um horto no centro de acolhimento dos Mosteiros e neste momento está a proceder à recolha de donativos em legumes e hortaliças junto dos horticultores para apoiar os centros na melhoria da dieta alimentar e, nos primeiros dias desta semana, arrecadou 120 quilos, devendo a prática ser retomada a partir da próxima semana. JR Inforpress/Fim
Leia ainda - Artigos mais recentes: