19 Maio 2019

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Ilha do Fogo: Participação da população na feira de saúde considerada razoável pelo responsável

  • PDF
Partilhar esta notícia

São Filipe, 25 Abr (Inforpress) – A participação da população do bairro de Columbia na feira de saúde promovida pela Polícia Nacional (PN), através do Serviço Social, foi considerada, ao meio da manhã, de razoável, pelo responsável do serviço de Saúde, José António Semedo.

Horas depois do arranque da feira, muitas pessoas passaram pelas diferentes tendas instaladas numa das pracetas de Columbia, onde uma média de 20 técnicos de saúde, de enfermeiros, médicos, psicólogos, nutricionista e pessoal de laboratório atendiam as pessoas deste bairro e de outras localidades.

A realização da feira, segundo o responsável do serviço social, o enfermeiro José António Semedo, enquadra-se no projecto integrado de policiamento de proximidade, e este ano foi descentralizada para a ilha do Fogo como forma de aproximar a população.

Além dos técnicos da delegacia de saúde de São Filipe e do hospital regional São Francisco de Assis, a feira contou com a participação do especialista Fernando Tavares, que atendeu pessoas com problemas cardiológicos com acção preventiva e de avaliação.

Além de participar na feira, este especialista vai atender os efectivos do Comando Regional da Polícia Nacional (PN) e familiares mais próximos, no período da tarde e quinta-feira durante todo o dia.

O responsável do serviço social disse que no quadro da descentralização das actividades, ainda para este ano está prevista a realização de uma mega feira na ilha de São Vicente e duas outras feiras de saúde na ilha de Santiago, nomeadamente em Calheta de São Miguel e em São Lourenço dos Órgãos.

Durante a feira realizou-se uma palestra sobre as doenças crónicas, monitorização e triagem, avaliação de parâmetros vitais (tensão aos hipertensos e diabéticos), aferição de glicemia capilar, acção preventiva e avaliação cardiológica, realização de pré-testes e teste para despistagem do HIV/Sida, avaliação do estomatologista e nutricionista, atendimento psicológico e comunicação personalizada de enfermagem.

JR/ZS

Inforpress/Fim

 

Leia ainda - Artigos mais recentes: