17 Dezembro 2018

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Ilha do Fogo/Óbito: Morte do professor e árbitro de futebol deixa cidade de São Filipe comovida

  • PDF
Partilhar esta notícia

São Filipe, 16 Abr (Inforpress) – A morte do professor e árbitro de futebol Mário António Barbosa Mendes “Mariozinho”, na noite de domingo, deixou comovida a cidade de São Filipe, que perdeu um docente considerado “exemplar” e um “excelente árbitro”.

Mário Barbosa, ou “Mariozinho”, como era tratado pelos alunos, companheiros e amigos, nasceu a 11 de Abril de 1981 e faleceu quatro dias depois de completar os 37 anos, vítima de doença prolonga.

Ele entrou para o quadro de docência no ano lectivo de 1999/2001 (01 de Outubro de 1999) e lecionou no Ensino Básico Integrado, tendo exercido as funções do gestor da escola básica de Cobom, subúrbio de São Filipe e no presente ano lectivo com as alterações havidas, passou a ser o coordenador da referida escola que faz parte do agrupamento Nº 1 de São Filipe.

Depois de ter sido transferido para o hospital central Dr. Agostinho Neto, na Praia, em meados de Novembro de 2017, Mariozinho regressou à ilha do Fogo, no passado mês de Março, tendo falecido na noite deste domingo, na sua residência em Lém de Cima.

Segundo Jorge Pedro Vieira Barros, do conselho regional de arbitragem, Mário Barbosa, exerceu no ano de 2007 a função de secretário do conselho e, no ano seguinte, em 2008, fez o curso de árbitros e durante uma época foi árbitro estagiário.

Em 2009 foi nomeado árbitro regional e três anos depois, em 2012 promovido à categoria de árbitro nacional tendo, inclusive, participado na Cidade da Praia na formação de elite para árbitros.

Mário Barbosa dirigiu vários jogos do campeonato regional do primeiro e segundo escalões da ilha do Fogo e alguns jogos do campeonato nacional, tendo sido eleito o melhor árbitro da prova regional da época 2014/15, numa das poucas galas do desporto realizado a nível de São Filipe.

O funeral do professor e árbitro de futebol acontece hoje na cidade de São Filipe.

JR/CP

Inforpress/Fim

Leia ainda - Artigos mais recentes: