11 Dezembro 2018

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Ilha do Fogo: UCID vai apostar na ilha para ser uma alternativa ao MpD e PAICV nas eleições de 2021

  • PDF
Partilhar esta notícia

São Filipe, 14 Abr (Inforpress) – O presidente da União Cabo-verdiana Independente Democrática (UCID), António Monteiro, disse que o partido vai apostar e trabalhar na ilha do Fogo, independentemente dos resultado obtidos nas últimas eleições legislativas em que a UCID teve menos de 100 votos.

“Não é por causa do resultado da última legislativa que vamos desistir, porque acreditamos que a ilha tem potencial e é importantíssimo para o crescimento económico e social do país, tem as suas especificidades culturais e sociais que valorizam o todo nacional”, disse António Monteiro, que sexta-feira terminou uma visita de quatro dias à ilha do Fogo.

O líder da UCID encontrou-se com alguns militantes, que, segundo explicou, procuram fazer de tudo para manter a UCID viva, uma tarefa que reconhece não ser fácil, porque o partido padece não só com a falta de recursos humanos, mas também de recursos financeiros e sem esses recursos fica difícil o partido desenvolver as suas actividades na ilha.

Assim como a UCID fez em S.Vicente e está a trabalhar nas outras ilhas, vai também apostar no Fogo, disse o líder da UCID, anotando que “não irá baixar os braços” perante as dificuldades.

“Com perseverança, determinação e com vontade de ver a ilha e o país a mudar, iremos continuar a fazer tudo para angariar mais militantes, transmitir a mensagem e despertar nas pessoas do Fogo a ideia de que a UCID, enquanto partido democrático cristão, tem ideias, capacidade e, sobretudo, amor enorme para esse povo”, disse António Monteiro.

O líder da UCID indica que a motivação e incentivo que recebeu das pessoas vai servir para que se possa organizar o partido para que ela seja uma força alternativa, com capacidade de apresentar ideias e mostrar caminhos, observando que com isso acredita que a UCID irá crescer e ser provavelmente até 2021, uma alternativa ao MpD e PAICV a nível da ilha.

JR/JMV

Inforpress/Fim

Leia ainda - Artigos mais recentes: