26 Março 2019

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Ilha do Fogo: Estância Roque pode ser contemplada com um projecto de requalificação no quadro das cidades seguras – edil

  • PDF
Partilhar esta notícia

São Filipe, 21 Mar (Inforpress) – A localidade de Estância Roque, no município de Santa Catarina do Fogo, foi identificado para implementação do projecto de requalificação no quadro das cidades seguras, disse à Inforpress o edil Alberto Nunes.

Este disse que como a Cidade de Cova Figueira vai beneficiar de um projecto de requalificação urbana e Chã das Caldeiras vai igualmente receber investimentos governamentais, a edilidade, ao elaborar o projecto em parceria com ONU Habitat, no quadro das cidades seguras, optou por Estância Roque que apresentam alguns problemas sociais e económicos.

Alberto Nunes indica que a edilidade dispõe de um projecto no valor de cerca de 30 mil contos que já foi entregue a agencia das Nações Unidas em Cabo Verde, estando a ONU Habitat a identificar parceiros para apoiar a Câmara na mobilização do financiamento, enquanto a edilidade está a encaminhar projectos para outras instituições parceiras para mobilizar recursos para este projecto de cariz social e económico

O projecto, segundo o edil, consiste na requalificação de Estância Roque, observando que o processo foi iniciado com a construção de uma casa, de duas estradas de acesso, estando programada a requalificação de mais nove casas, transformação do campo de futebol numa placa desportiva com bancada e balneários, requalificação e transformação do posto de saúde local, construção de praças e espaços verdes.

Além da criação de infra-estruturas, o edil indica que o projecto tem também carácter de criar empregos as famílias.

Na localidade vizinha de Mãe Joana, a intenção passa pela construção de uma placa desportiva, estando o projecto pronto, a edilidade vai mobilizar recursos próprios da Câmara e de outros parceiros para a sua concretização.

Quanto a requalificação de Cidade de Cova Figueira, Alberto Nunes, indica que já dispõe do projecto, cuja elaboração conheceu algum atraso devido as alterações de acordo com as necessidades, acrescentado que a Câmara que preside vai socializar o projecto com a comunidade para recolha de subsídios antes de ser encaminhado ao Governo para o seu financiamento.

Alberto Nunes mostra-se optimista de que o projecto de requalificação urbana de Cova Figueira poderá arrancar até meados de Maio uma vez que o projecto já tem financiamento garantido e com a entrega do projecto espera-se pelo desbloqueio de verbas.

JR/AA

Inforpress/Fim

Leia ainda - Artigos mais recentes: