21 Maio 2019

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Ilha do Fogo: Secretário-geral da JPD visita a ilha para empossamento das estruturas concelhias de Santa Catarina e São Filipe

  • PDF
Partilhar esta notícia

 

São Filipe, 16 Mar (Inforpress) – O Secretário-geral da Juventude para a Democracia (JpD), Esmael Teixeira, inicia, sexta-feira, uma visita à Ilha do Fogo, para conferir posse aos membros das estruturas concelhias de Santa Catarina e São Filipe.

No primeiro dia da visita, o responsável da JPD participa na assembleia concelhia electiva de Santa Catarina e tomada de posse dos novos membros, tendo a Adileusa Montrond como candidata única à coordenação concelhia da JPD.

A candidatura de Adileusa Montrond decorre sob lema “por uma juventude activa”, incidindo o seu foco nos problemas sociais que mais assolam o município, como sejam a Violência Baseada no Género (VBG), o alcoolismo, as drogas, o desemprego e a falta de incentivo à criação de micro e pequenas empresas.

A candidata retende , igualmente, ter uma política de proximidade, conhecendo as reais barreiras dos jovens e as suas vicissitudes enquanto membro ou parte integrante da sociedade.

Para a candidata única, o desemprego é um dos maiores problemas que os Estados têm nas suas mãos e que, por diversas razões alheias, nunca é fácil encontrar uma causa única ou uma solução para este problema.

Para minimizar este fenómeno social, defendeu, é preciso primeiro apostar na formação profissional, fazer um investimento no capital pessoal dos jovens, defendendo a promoção de acções de formações e cursos junto com particulares e órgãos estatais para que os jovens possam ter uma base sustentável.

Incutir o empreendedorismo nos jovens, dando-lhes as ferramentas necessárias, mas também dedicar atenção a acção social, saúde, equidade do género são outros aspectos que vão ser priorizados.

No sábado, Esmael Teixeira vai presidir à primeira assembleia concelhia de JPD São Filipe, que decorrerá sob o lema “por uma juventude de excelência com os olhos no futuro de Djarfogo”, e posse dos novos membros da estrutura concelhia, sendo que Jecelina Lopes lidera a lista única.

Para Jecelina Lopes, os desafios que se impõem obrigam a ter projectos exequíveis que atacam as necessidades com um olhar de esperança sobre a juventude, orientando-a e proporcionando-a para novas perspectivas de um horizonte melhor e que traga mais dinâmica e um município mais coeso e comprometido com os jovens.

“A juventude é a peça fundamental da sociedade, embora muitas vezes seja ignorada”, disse, indicando que é preciso orientar os jovens, despertar neles uma cultura participativa e um espírito crítico e benevolente para transformar o município e, consequentemente, o país, razão pela qual aposta em dinamizar o município com actividades variadas, cujo centro das atenções será sempre os jovens.

Para a mesma, a juventude de São Filipe sempre esteve “inviabilizada e com voz abafada e diminuída”, vista muitas vezes como não capacitada para discussões de questões que afectam o município e a própria vida dos jovens, razão pela qual propõe uma liderança forte, de jovens com vivências, experiências e visões do mundo e do futuro capaz de efectivar a participação política.

“Temos uma juventude que se encontra à deriva, é preciso apostar numa liderança que possa trazer debates que abordam questões sociais sem complexos, nomeadamente, o álcool, a droga, a gravidez precoce, a violência baseada no género, de entre outras”, disse Jecelina Lopes.

Durante a sua estada na ilha, o secretário-geral da JPD, além de presidir as assembleias concelhias electivas de Santa Catarina e de São Filipe e da tomada de posse dos novos membros, vai operacionalizar as estruturas concelhias com o objectivo de conquistar a juventude da ilha do Fogo, com ” convicção, esperança, determinação e a firme responsabilidade de sempre e com os olhos fixados no futuro da ilha”.

JR/JMV

Inforpress/Fim

Leia ainda - Artigos mais recentes: