20 Março 2019

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Ilha do Fogo: Cidade Cova Figueira acolhe segundo encontro do comité de pilotagem do programa de plataformas para desenvolvimento local

  • PDF
Partilhar esta notícia

 

São Filipe, 19 Fev (Inforpress) – A cidade de Cova Figueira, Santa Catarina do Fogo, acolhe esta segunda-feira, 19, o segundo encontro do Comité de Pilotagem do programa Plataformas para o Desenvolvimento Local e os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) em Cabo Verde.

No encontro participam representantes das câmara municipais e das plataformas locais dos oito municípios do Programa, nomeadamente Ribeira Grande e São Salvador do Mundo (Santiago); Ribeira Grande, Paul e Porto Novo (santo Antão); Mosteiros, Santa Catarina e São Filipe (Fogo).

A Associação dos Municípios de Cabo verde (ANMCV) e das Organizações da Sociedade Civil em Cabo Verde e representante da ilha Brava estarão presentes também no encontro, no qual vão analisar e aprovar a criação da plataforma local nesta ilha.

O relatório de actividades referente ao ano de 2017, o plano de trabalho anual de 2018, que tem como um dos objectivos mais importantes a finalização dos planos estratégicos municipais de desenvolvimento sustentáveis (PEMDS), em fase de elaboração pelos actores locais, de forma participativa, inclusiva e alinhados com o Plano Estratégico de Desenvolvimento Sustentável (PEDS) do país vão estar em destaque neste encontro.

Os planos estratégicos municipais de desenvolvimento sustentável serão também partilhados com a diáspora, de forma a garantir a sua participação nos projectos prioritários a nível local.

Segundo a organização do evento, este segundo encontro constitui um espaço de diálogo e participação activa dos diferentes intervenientes no processo de planificação, implementação e avaliação do programa, bem como da identificação dos avanços/sucessos e dos constrangimentos vivenciados pelas diferentes plataformas locais, e, assim, contribuir para a maximização dos impactos na vida das comunidades e das pessoas.

O programa de Plataformas para o Desenvolvimento Local e Objectivos de Desenvolvimento Sustentável em Cabo Verde é financiado pelo Grão-Ducado do Luxemburgo, no montante de dois milhões de euros, por um período de três anos (2017-2019).

Tem por objectivo o o reforço das capacidades dos actores locais em matéria de articulação a vários níveis, a planificação estratégica e desenvolvimento económico local, contribuindo ainda para a parceria global para a inovação em matéria de desenvolvimento territorial e de governação local.

O projecto é administrado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e implementado pelo Gabinete do primeiro-ministro, através da Unidade de Desenvolvimento Local, e a Associação dos Municípios de Cabo Verde.

O município de Santa Catarina tem em curso um projecto de requalificação do bairro de Roçadas, financiado no valor de 30 mil dólares, no quadro do projecto, mas o edil, Alberto Nunes, indica que o seu município vai candidatar-se com um segundo projecto que poderá centralizar-se no mesmo local ou outras localidades do município, com excepção da cidade de Cova Figueira, que esta já beneficia de um financiamento de 70 mil contos para a sua requalificação.

O projecto vai ser apresentado no dia 23, na Cidade da Praia, durante o encontro de regionalização e de discussão dos projectos de requalificação urbana das cidades de Cabo Verde.

JR/JMV

Inforpress/Fim

Leia ainda - Artigos mais recentes: