19 Maio 2019

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Ilha do Fogo: Equipamentos para o furo de prospecção de água em Chã das Caldeiras já se encontram na ilha – edil Santa Catarina

  • PDF
Partilhar esta notícia

 

São Filipe, 17 Fev (Inforpress) – Os materiais para equipamento do furo de prospecção de água para abastecer a população de Chã das Caldeiras já se encontram na ilha e com a sua implementação espera-se que a penúria de água fique resolvida até ao final de Março.

O edil de Santa Catarina do Fogo, Alberto Nunes, disse à Inforpress que os equipamentos e materiais já estão na ilha, indicando que a sua implementação vai permitir resolver uma das grandes preocupações com a comunidade de Chã das Caldeiras e que se prende com o abastecimento de água.

O equipamento do furo de Chã das Caldeiras vai ser feito a 100 por cento (%) com recurso à energia renovável (sistema solar) com instalação de um pequeno parque fotovoltaico capaz de gerar energia para fazer a bombagem de água do furo e a sua elevação até um reservatório situado a menos de 500 metros do furo.

O equipamento deste furo enquadra-se no pacote de seis a serem equipados no quadro do projecto que conta com o financiamento do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), no valor de 100 mil contos, sendo que cinco vão ser equipados com energia convencional (três em São Filipe e dois nos Mosteiros) e o de Chã das Caldeiras com energia renovável.

O equipamento do furo de Chã enquadra-se no projecto OSRO “ajuda humanitária de urgência para restauração dos meios de existência e aumento da resiliência das famílias afectadas pela erupção vulcânica” , financiado pelo Banco Africano de Desenvolvimento (BAD)

O equipamento do furo de Chã das Caldeiras e o sistema de adução de água à população, a cargo da empresa Constur, está orçado em cerca de nove mil contos (8.925) e deverá ficar concluído no decurso de Março, resolvendo assim o problema de abastecimento de água à população de Chã de forma definitiva.

A materialização das acções do projecto OSRO termina a 31 de Março, conforme contractos de execução celebrados com várias empresas em meados de Novembro de 2017.

JR/JMV

Inforpress/Fim

Leia ainda - Artigos mais recentes: