20 Janeiro 2019

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Ilha do Fogo: Projecto Poser com orçamento superior a 140 mil contos para as suas actividades para 2018

  • PDF
Partilhar esta notícia

 

São Filipe, 23 Jan (Inforpress) –  O Programa de Promoção de Oportunidades Socioeconómicas Rurais (Poser- Oportunidades) prevê um orçamento de 142 mil contos aproximadamente para financiar as suas actividades para o ano de 2018.

Elias Montrond Fernandes, da Comissão Regional de Parceiros (CRP), disse à Inforpress que do orçamento global, 125.800 contos destina-se a investimentos, sendo que a fatia maior, 74 mil contos, destina-se a beneficiários de projecto de agricultura, 17 mil contos para o sector da pesca, não estando definido valor para o sector da pecuária.

Segundo o mesmo, uma outra vertente é a de requalificação dos projectos financiados entre 2014-16, quer na área de pecuária como de agricultura e pesca para suprir as dificuldades existentes e poder funcionar sem problemas de maior, estando para estas intervenções previsto mais de seis mil contos.

Na agricultura, explica Elias Montrond Fernandes, a aposta maior é automação do sistema de exploração e fornecimento de água para agricultura à semelhança daquilo que passa com a empresa Águabrava, que vai assumir a gestão de água para agricultura, observando que só depois de resolvido o problema de água para os agricultores com parcelas irrigadas na zona sul é que se vai equacionar a criação de novas parcelas irrigadas.

No município dos Mosteiros e no sector da pesca, o projecto de maior dimensão é a construção do acesso entre a estrada principal e o porto de desembarque de pescado na localidade de Casinha, para servir os pescadores da zona sul do município, cobrindo localidades como Relva, Corvo e Achada Grande, que são obrigados a transportar à cabeça os materiais de pesca e o próprio pescado.

Para este projecto, a previsão orçamental é superior a 16 mil contos, segundo o responsável da CRP, Elias Montrond Fernandes.

Do montante total o Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (FIDA) entra com mais de 123 mil contos, os beneficiários com mais de 10 mil contos e a parte restante é assegurador por outras instituições como o Governo de Cabo Verde.

Além de investir nos projectos, para este ano a CRP pretende investir no sector da formação e capacitação dos membros da unidade técnica da Comissão Regional de Parceiros, membros da CRP, dirigentes das associações de desenvolvimento comunitários em várias matérias como técnicas de venda, economia social e solidária, técnica de produção pecuária, gestão das associações.

Neste momento devido a insuficiência de técnicos do sector de pecuária na ilha, apenas um veterinário, para responder todas as demandas, o programa pretende capacitar pessoas com alguma experiencia no sector da pecuária de varias localidades e dota-las de conhecimento para resolver os problemas básicos que podem ocorrer, estando previsto para próximos dias a realização de uma acção de capacitação.

Com relação ao projecto de adaptação da agricultura familiar às mudanças climáticas (ASAP) que beneficia mais de mil e duzentas famílias de quatro ilhas agrícolas do país, Santiago, Fogo, Brava e São Nicolau, ainda não foi definido o montante, mas a proposta avançada pela CRP Fogo é superior a 100 mil contos até 2020 e as acções vão estar concentradas mais nas zonas altas da ilha.

Segundo Elias Montrond Fernandes, o projecto cujo grupo alvo são os pequenos agricultores das zonas de intervenção, de modo a assegurar a inclusão das famílias vulneráveis, mulheres e jovens, a nível da ilha do Fogo, vai ser implementado em duas regiões, zona norte de São Filipe, cobrindo 60 famílias e Cabeça Fundão, município de Santa Catarina, contemplando 150 família.

Para Cabeça Fundão prevê-se a construção de dois reservatórios de 500 metros cúbicos para captação das águas da chuva e na zona norte de São Filipe a melhoria de sistema de abastecimento de água e equipamento de dois furos, sendo um na Outra Banda e um segundo em Alvito para disponibilizar água para agricultura.

JR/AA

Inforpress/Fim

Gostar disto:

GostoCarregando...

Relacionado
Leia ainda - Artigos mais recentes: