19 Março 2019

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Manifestação em São Filipe: Taxistas exigem melhorias na única via de acesso ao Hospital Regional

  • PDF
Partilhar esta notícia

Os taxistas e demais utilizadores da única via de acesso ao Hospital Regional do Fogo não se cansam de reclamar do péssimo estado do piso da referida estrada. A via está praticamente intransitável, alguns taxistas apelidam-na da “estrada da vergonha da ilha”. De tanto reclamar sem alternativas à vista, a Associação de Táxi do Fogo convocou uma manifestação, para esta sexta-feira,17, com concentração na referida via, a partir das 9H00. Seguindo-se numa marcha lenta pelo centro da Cidade dos Sobrados, tem programado uma paragem frente à Camara Municipal de São Filipe, onde expõe as suas mensagens em cartazes. Em algumas artérias do centro da cidade de São Filipe a situação é também crítica.

Cansados de esperar pela intervenção das autoridades municipais e governamentais, os condutores resolveram sair às ruas para mais uma vez mostrar o desagrado com as “orelhas mocas” das autoridades e para denunciar essa situação da qual, segundo dizem, são principais lesados os taxistas que todos os dias fazem a ligação entre a cidade e o Hospital Regional, sito na zona de Cutelo de Açúcar.

Conduzir naquela via está a ser uma dor de cabeça para quem é obrigado a dirigir a sua viatura aos ziguezagues, procurando desviar-se dos buracos e evitar as pedras espalhadas nas rodovias. E há alguns anos que os homens do volante vêm exigindo a manutenção dessa via, mas nada é feito para melhorá-la. Para todos os taxistas e utentes da via “è imperativo trabalhar aquela ligação entre a cidade e o Hospital Regional”.

Há ainda o caso do mau estado de conservação viária nas principais artérias da cidade de São Filipe, mas cuja solução divide os munícipes. Dum lado estão aqueles que preferem manter a tradicional calçada. Do outro, os que defendem a sua asfaltagem.

Para os profissionais do volante – que todos os dias em táxis, hiaces e carrinhas garantem o transporte de pessoas e mercadorias –, o estado dessas vias está mais que péssimo e pedem que se substitua a calçada por asfalto ou por um novo piso.

Passageiros e peões também dizem estar preocupados com a situação e pedem a intervenção das autoridades locais e nacionais, no sentido de melhorar, o mais rápido possível, as condições do tráfego rodoviário no centro histórico da cidade.

Leia ainda - Artigos mais recentes: