24 Novembro 2017

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Ilha do Fogo: Trabalhos de perfuração para mobilização de água para apoiar agricultores do sul arrancam na quinta-feira

  • PDF
Partilhar esta notícia

 

São Filipe, 08 Nov (Inforpress) – Os trabalhos de perfuração na localidade de Djeu di Pena (Ilhéu de Pena) para mobilização e extensão da rede de água, para apoiar agricultores entre Brandão (São Filipe) e Roçadas (Santa Catarina), iniciam-se na quinta-feira, disse o delegado do MAA, Jaime Ledo.

Financiada pelo Projecto de Oportunidades Socioeconómicas no Meio Rural (POSER), a execução do furo está a cargo da empresa Sonerf que esta quarta-feira inicia a instalação de estaleiros para imediata perfuração, prevendo que no prazo de mês e meio, o novo furo de Djeu di Pena, com um caudal de aproximadamente 20 metros cúbicos/hora, esteja a funcionar.

O furo vai ser executado no mesmo sítio onde tinha sido executado um outro furo, mas que devido a problemas com a bomba deixou de funcionar.

Jaime Ledo disse que, ainda esta semana, vai-se realizar um diagnóstico e recuperação do furo FF 40 em Monte Genebra, indicando que com a recuperação desses dois furos haverá um aumento de mais 200 metros cúbicos de água por dia que ajudarão os agricultores de zona sul na resiliência ao mau ano agrícola.

O projecto de mobilização e extensão da rede de água para apoiar agricultores entre Brandão (São Filipe) e Roçadas (Santa Catarina) visa aumentar a disponibilidade de água fornecida aos agricultores com parcelas irrigadas nesta área e a sua extensão de Fonte Aleixo até o povoado de Roçadas, permitindo assim aumento de área irrigada.

Ao todo, o projecto deve rondar os 20 mil contos, sendo que a execução de furo e equipamentos de dois furos devem custar cerca de 14 mil contos, faltando apenas orçamentar o custo da elevação de água entre Fonte Aleixo e Roçadas, mas que não deve ultrapassar os seis mil contos.

JR/JMV

Inforpress/Fim

Leia ainda - Artigos mais recentes: