26 Setembro 2017

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Fogo/PAICV: Cronograma de realização das eleições internas regionais e locais definido e Carlos Fernandinho não se recandidata a CPR

  • PDF
Partilhar esta notícia

 

São Filipe, 06 Set (Inforpress) – O cronograma de realização das eleições internas para renovação das estruturas regionais (Comissão Política Regional -CPR) e locais (sector dos Mosteiros) foi definido na última reunião deste órgão regional do PAICV, ocorrida no final de semana nos Mosteiros.

A definição do calendário para a renovação das estruturas do partido e a criação de uma comissão preparatória das eleições foram alguns dos resultados do encontro realizado com os dirigentes e membros das estruturas regionais e locais para analisar a situação política do PAICV na ilha.

Renato Delgado, primeiro secretário do sector de São Filipe, disse que vão realizar as eleições para os órgãos da Comissão Política Regional (CPR) e para o sector dos Mosteiros, cujos mandatos estatutariamente encontram-se aspirados e precisam de ser renovados.

O responsável partidário não adiantou a data para a realização dos escrutínios , limitando-se a afirmar que há candidatos disponíveis, quer para a presidência da CPR quer o sector dos Mosteiros, deixando claro que o actual presidente da CPR, Carlos Fernandinho Teixeira, nem o primeiro secretário do sector dos Mosteiros, Jaime Monteiro Júnior, vão se recandidatar para a liderança desses órgãos.

Renato Delgado recusa a ideia de que a CPR esteja ou esteve inactiva, afirmando que o facto de ter reunido no final de semana é sinal de que está activo, observando que o partido, depois das eleições do ano passado (2016), está a passar por alguma reestruturação.

Renato Delgado, cujo mandato aspira em Março de 2018, fez saber que não é candidato a presidência da CPR.

Fábio Vieira, vereador da Câmara dos Mosteiros, abordado se é candidato para os órgãos regionais e locais, disse que tem pretensões de integrar quer a CPR quer o conselho do sector dos Mosteiros, mas observou que o mais importante são as disponibilidades e vontades de querer servir o partido e trabalhar no sentido de criar as condições para que o PAICV ganhe as próximas eleições autárquicas e legislativas na ilha.

JR/JMV

Inforpress/Fim

Leia ainda - Artigos mais recentes: