21 Julho 2019

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Mosteiros: American Corner promove curso de iniciação ao inglês para candidatos a emigração

  • PDF
Partilhar esta notícia
São Filipe, 06 Out (Inforpress) - O Centro de informação e pesquisa “American Corner” (corredor americano) dos Mosteiros promove, de 19 de Outubro a final de Janeiro de 2016, o primeiro curso de iniciação ao inglês para candidatos à emigração para os Estados Unidos da América. Com esta acção de for mação, a decorrer no centro instalado na cidade de Igreja, Mosteiros, graças a parceria entre a Embaixada dos Estados Unidos da América e a edilidade local, pretende-se disponibilizar um conjunto de informações úteis sobre as leis e a realidade sociocultural dos Estados Unidos da América, de modo que os futuros emigrantes possam integrar de melhor forma e evitar o fenómeno de deportação. Nelson Pires, coordenador do American Corner, disse à Inforpress que o curso vai ter sessões de debates em que participarão ex-emigrantes de sucessos que retornaram à terra , mas também de alguns deportados, indicando que o objectivo é preparar os emigrantes, nomeadamente os que têm petição e que são candidatos a emigração. O curso de iniciação ao inglês, cujas inscrições estão abertas, é destinado, além dos candidatos a emigração, também aos candidatos a obtenção de visto de turismo (não emigrante) para os Estados Unidos. No curso que é ministrado em parceria com o Ministério das Comunidades, vão participar também as monitoras de jardim-de-infância, e segundo o coordenador do centro a ideia é criar duas turmas com 15 pessoas cada, sendo uma das monitoras e outra para os pré-emigrantes para Estados Unidos da América. A formação vai ser orientada por um professor de inglês da escola secundária dos Mosteiros que já está a preparar todo o material necessário, dispondo o centro de equipamento multimédia necessário para a sua realização. O centro, segundo o coordenador, iniciou em 2014 uma experiencia com um grupo de crianças de uma escola de iniciação de futebol, que foi interrompida pela erupção vulcânica, observando que esta iniciativa era orientada na base de voluntariado e incidia sobre a linguagem futebolística. O centro vai beneficiar nos próximos dias de intervenção como pintura, instalação de aparelhos de ar condicionado, cortinado e outros, financiado pela embaixada dos Estados Unidos da América. Além da formação ,o centro tem apoiado as pessoas que pretendem deslocar para os Estados Unidos da América, através do preenchimento do formulário para obtenção de vistos. JR/JMV Inforpress/Fim
Leia ainda - Artigos mais recentes: