20 Julho 2019

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Erupção Vulcânica: Apoio alimentar aos deslocados de Chã das Caldeiras está garantido para mais dois meses

  • PDF
Partilhar esta notícia
São Filipe, 22 Set (Inforpress) – O apoio alimentar às famílias deslocadas de Chã das Caldeiras está garantido para mais dois meses, Outubro e Novembro, com aprovação recente do terceiro orçamento no valor superior a 34 mil e 500 contos. Arlindo Lima, presidente do Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros (SNPCB), que faz a distribuição das ajudas, disse que o terceiro orçamento prevê, além da ajudar alimentar, também, apoio para rendas, pagamento de água e electricidade, aquisição de gás e de medicamentos. Para o responsável do SNPCB, é necessário repensar a formar de apoiar as famílias deslocadas de Chã das Caldeiras, já que muitos dos produtos recebidos pelas famílias são vendidos , uma vez que, segundo Arlindo Lima, elas não têm necessidade dos mesmos porque estão a retornar a situação normal. A decisão de suspender ou continuar com os apoios é da responsabilidade do Governo e não da Protecção Civil, mas Arlindo Lima indica que já é altura de se definir um outro tipo de apoio, apontando como exemplo o apoio em transporte para deslocação a Chã e regresso para que as famílias tenham acesso às suas propriedades e culturas. Desde a erupção vulcânica de 23 de Novembro de 2014 foram aprovados três orçamentos para apoiar as famílias deslocadas de Chã das Caldeiras, sendo o primeiro no valor de 19 mil contos, o segundo no valor de mais de 55 mil contos e o terceiro no valor de pouco mais de 34.500 contos, totalizando-se perto de 110 mil contos, cerca de um milhão de euros. Segundo Arlindo Lima, neste momento, todas as pessoas que faziam parte da segunda lista estão a beneficiar das ajudas, mesmo aquelas que estão a exercer uma actividade remuneratória, que dispõem de pequenas unidades comerciais ou de meios de transportes de aluguer, bem como aqueles que estão a investir em Chã das Caldeiras, de forma indiscriminada. JR/JMV Inforpress/Fim
Leia ainda - Artigos mais recentes: