28 Junho 2022

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

São Filipe: “Amigos 100” da escola de Ponta Verde disponibilizam mais de 700 dólares para actividades do primeiro de Junho

  • PDF
Partilhar esta notícia
Actualizado a 30/05/2015, 23:34 São Filipe, 31 Mai (Inforpress) – A associação “Amigos 100”, da escola do ensino básico de Ponta Verde, nos Estados Unidos da América, disponibilizou mais de 700 dólares à direcção da escola para a realização das actividades comemorativas do dia internacional da criança, 01 de Junho. Depois de no ano passado a escola não ter celebrado a data devido à morte, por atropelamento, de um aluno deste estabelecimento de ensino, dias antes de 01 de Junho, este ano os “Amigos 100” da escola, nos Estados Unidos, presidido por um natural de Ponta Verde e ex-professor na referida escola, lançaram a campanha para mobilizar os meios visando proporcionar às mais de 300 crianças, de 1º ao 6º anos, que frequentam a escola um dia das crianças diferente. Francisco Fernandes “Tchesco”, da direcção da organização, disse que a criação da associação "Amigos 100”, constituída na sua maioria por originários de Ponta Verde, mas também de outras partes das ilhas, residentes nos Estados Unidos, surgiu com a finalidade de arrecadar de cada membro um dólar mensal, equivalente a 1.200 dólares/ano na totalidade, para apoiar os alunos mais carenciados deste estabelecimento escolar com materiais escolares. Além da campanha de angariar um dólar/mês por amigo/membro, a associação tem promovido, nos Estados Unidos da América, campanha de recolha e angariação de materiais escolares, como caneta, lápis, mochilas, cadernos e outros que são enviados para a escola de Ponta Verde. Segundo Francisco Fernandes, nos últimos três anos, a campanha foi reforçada e a associação tem estado a enviar uma média de dois bidões por ano com materiais para escola e para os alunos de forma individual. Este ano, a escola foi presenteada com dois bidões com materiais escolares, dos quais uma parte, a de uso colectivo, já foi entregue à escola, e a outra parte, destinada aos alunos, será distribuída no início do próximo ano lectivo. Nessa altura, os alunos mais carenciados vão receber uma pasta com todos os materiais, conforme o membro da associação, Francisco Fernandes, uma vez que o presente ano lectivo está prestes a terminar e não há grande necessidade. No ano lectivo 2014/15, a associação contemplou os dois melhores alunos da escola do Ensino Básico de Ponte Verde e que transitaram para o secundário, com pagamento de propina e fornecimento de materiais escolares de que necessitam, incluindo um tablete, como forma de incentivá-los a continuar os estudos, sendo que no próximo ano lectivo outros dois alunos vão ser contemplados. Francisco Fernandes “Tchesco” disse que o grupo tem recebido “feedback” da escola, facto que o tem motivado para continuar com esta iniciativa em prol da escola e dos seus alunos. A escola, segundo o mesmo, tem sido solidária, compartilhando os materiais com alunos mais carenciados das escolas vizinhas de Galinheiro e Pé do Monte. A associação, conforme explicou, conta com alguns parceiros, nomeadamente a companhia “atlantic Shipping” que assegura o transporte gratuito de todo o donativo destinado à escola de Ponta Verde. Também a nível da ilha, as autoridades alfandegárias têm concedido isenção no despacho do donativo. Em relação a festas, um conjunto de actividades recreativas, culturais estão programadas, com música ao vivo e um convívio entre alunos, professores e a própria comunidade educativa de Ponta Verde. JR Inforpress/Fim  
Leia ainda - Artigos mais recentes: