17 Julho 2019

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

São Filipe: Programa telefood vai restituir capacidade de produção de cerca de 40 famílias – delegado MDR

  • PDF
Partilhar esta notícia
Actualizado a 06/05/2015, 00:09 São Filipe, 06 Mai (Inforpress) – O programa telefood, que será lançado na próxima segunda-feira, 11, vai restituir a capacidade de produção das cercas de 40 famílias com parcelas irrigadas em Achada Fura Olho e Ramo Inglês, na parte sul de São Filipe. O delegado do Ministério do Desenvolvimento Rural (MDR), Elisangelo Moniz, disse que as 40 famílias com parcelas irrigadas nestas duas localidades passaram por dificuldades diversas nos últimos dois anos, devido a problemas no fornecimento de água e a implementação deste projecto visa repor as suas capacidades produtivas. O projecto, orçado em mais de 43 mil dólares, é co-financiado pela FAO que assegura cerca de 8.500 dólares para aquisição de sementes hortícolas, fruteiras, tubagens, pelo MDR, através de instalação dos equipamentos, e pelas famílias beneficiárias através de aquisição de estrumes. Segundo o delegado, os equipamentos e materiais estão na ilha e os técnicos do MDR vão iniciar a instalação dos equipamentos, nomeadamente tubagem para substituir e renovar as instalações de rega gota a gota, a fim de garantir mais e melhor produção. A intenção, segundo Elisangelo Moniz, é concluir a instalação dos materiais ainda no decurso deste mês de Maio, notando que algumas parcelas ainda estão ocupadas com a produção e que assim se faça a colheita será renovada as instalações. As famílias com parcelas irrigadas nos dois espaços, conforme explicou, beneficiavam de água do Ministério e devido a insuficiência de água acarretaram prejuízos avultados e este programa vai no sentido de repor a capacidade produtiva das famílias, que continuam a pagar a renda mensal pela utilização do terreno, e tem outros problemas relacionados com a liquidação de créditos contraídos. Apesar de pagar a renda, nenhuma dessas famílias cultivam toda a área disponibilizada que é de três mil metros quadrados, esperando-se agora que com a intervenção venham a cultivar a área total. Em relação à implementação de acções para as vítimas de erupção vulcânica, através da ajuda financeira disponibilizada pelo Fundo das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), no valor de 200 mil dólares (17 mil contos), o delegado do MDR reuniu-se terça-feira com associação dos trabalhadores de Monte Genebra para identificar as parcelas a serem disponibilizadas às famílias de Chã das Caldeiras. O encontro com associação, segundo explicou Elisangelo Moniz, tinha por finalidade delimitar a área, notando que com base no levantamento vai-se proceder à definição e rateio das parcelas para depois se proceder à triagem das famílias a serem contempladas. A instalação de parcelas irrigadas em Monte Genebra, beneficiando as famílias de Chã das Caldeiras que estão alojadas em Monte Grande, visa a criação de actividades geradoras de rendimento nos sectores agrícola e de pecuária familiar, sendo que a entrega está prevista para 11 de Maio, numa cerimónia que deverá contar com representação da FAO em Cabo Verde. JR Inforpress/Fim  
Leia ainda - Artigos mais recentes: