17 Julho 2019

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Mosteiros: Equipa Camarária acompanhada de técnicos visita as zonas atingidas pelo incêndio

  • PDF
Partilhar esta notícia
Actualizado a 05/05/2015, 00:06 São Filipe, 05 Mai (Inforpress) – A equipa da Câmara Municipal dos Mosteiros, chefiada pelo edil, Carlos Fernandinho Teixeira, tem agendado para esta terça-feira, 05 de Maio, uma visita a zonas altas dos Mosteiros, para se inteirar das áreas afectadas e os danos provocados pelo incêndio. O incêndio, que deflagrou no sábado, quando um agricultor se encontrava a preparar o seu pequeno almoço, atingiu várias localidades da parte alta dos Mosteiros e o perímetro florestal de Monte Velha, incluindo área de cultivo de café, fruteiras e outros produtos agrícolas. Jaime Monteiro Júnior, vereador responsável pela área de Protecção Civil, disse que o incêndio está controlado, embora na noite de segunda-feira houvesse ainda uma frente activa numa área de cultivo de café e a existência de algum foco nos rochedos, onde as pessoas não têm acesso. Indicou que a equipa da edilidade vai ser acompanhada de alguns técnicos e do próprio delegado do Ministério do Desenvolvimento Rural, notando que da visita vai-se produzir um relatório que será enviado para o Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros (SNPCB) e ao Governo. Segundo o responsável, não se trata de uma visita de avaliação exaustiva dos danos, mas apenas para se inteirar das áreas abrangidas e se ter uma noção, ainda que preliminar, dos estragos provocados, já que se calcula, por exemplo, que 70 por cento do perímetro florestal de Monte Velha, que ocupa uma área de 850 hectares foi atingida pelas chamas. O edil dos Mosteiros, Carlos Fernandinho Teixeira, considera que o município ficou mais pobre com a ocorrência deste incêndio que atingiu uma grande área de cultivo de café e de outros produtos agrícola. O indivíduo que provocou o incêndio foi apresentado na tarde de segunda-feira às autoridades judiciais e saiu em liberdade, aguardando o desenrolar do processo. JR Inforpress/Fim  
Leia ainda - Artigos mais recentes: