28 Junho 2022

Video Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Mosteiros: Indivíduo acusado de atear fogo sai em liberdade

  • PDF
Partilhar esta notícia
A medida de coação aplicada a João Lopes Carvalho, 26 anos, suspeito de atear fogo que deflagrou as zonas altas dos Mosteiros, foi de Termo de Identidade e Residência, com apresentação periódica na Esquadra da Policia Nacional. A decisão foi tomada esta segunda-feira,04, pelo Tribunal dos Mosteiros. O incêndio deflagrou no início da tarde do último sábado, quando um agricultor, João Carvalho preparava o café, tendo as chamas propagadas rapidamente e saindo do controlo deste. O incêndio consumiu a maior parte da vegetação rasteira, nomeadamente arbustos, gramíneas e espécies vegetais endémicas. O incendio terá consumido uma grande área do perímetro florestal de Monte Velha e de uma parcela considerável de terrenos agrícolas. Neste momento o incêndio está controlado. No terreno estão 30 militares acompanhados de alguns agentes locais, actuando nas zonas onde ainda há alguns vestígios de fogo. Noticia relacionada: http://www.asemana.publ.cv/spip.php?article109621&ak=1
Leia ainda - Artigos mais recentes: